Não tente mudar o outro; mude você!

Vídeo: Séries que Transformam Vidas: I May Destroy Tou - Revolucionária, Incômoda e Reflexiva!

Vídeo: Séries que Transformam Vidas: I May Destroy Tou - Revolucionária, Incômoda e Reflexiva!




Uma das histórias mais impactantes no ano de seu lançamento (2020), I May Destroy You, da HBO, é também um registro quase autoral de sua criadora, produtora e atriz principal, Michaela Coel, que revelou, durante sua apresentação num festival de televisão, ter sido vítima de line, durante seu processo de escrita da série Chewung Gum.


A produção da BBC, em parceria com a HBO conta a história de Arabella, uma escritora que, pressionada para escrever e entregar um manuscrito o quanto antes para os representantes de uma editora, decide encontrar um amigo, num bar, para relaxar e se distrair.




Ao ser deixada sozinha no local, a personagem é vítima do famoso boa noite Cinderela, sendo abusada por um homem e só consegue se lembrar do ocorrido algumas horas depois, por meio de flashbacks.


E a partir desta premissa, o que vai sendo entregue ao espectador é uma obra original e revolucionária, que nos entrega uma mulher, humana, que teve sua vida virada de cabeça para baixo e da confusão mental que lhe sobrecai diante da terrível experiência.




I May Destroy You não é uma série fácil e que mexe, inclusive, com preconceitos e pré conceitos pessoais, herança de uma história social construída sob a ótica do patriarcado e de ideias machistas (muitas vezes corroboradas pelo próprio sexo feminino) que justificam determinados comportamentos que achamos "normais", mesmo sendo abusivos ou machistas, que colocam a mulher como a responsável de crimes que lhe são cometidos.


Além das questões e nuances, referentes ao estupro, desde aquele mais clássico e bárbaro, o qual é impossível de se negar, até aquele mais sutil, onde muitos de nós, pode vir a justificar e relativizar o agressor, a história também mostra o retrato de uma geração e de como se dão as relações dos chamados Milleniuns, completamente adaptados e acostumados as redes sociais, relacionamentos virtuais, escravos das tendências da internet e desprovidos da direção de suas próprias vidas...




Mesmo sem ter em seus scripts a pretensão de fazer refletir, I May Destroy You nos deixa atônitos e pensativos, desde o primeiro, até seu último e surpreendente episódio, deixando a todo tempo em suas entrelinhas, que é preciso derrubar nossos pensamentos arcaicos, repletos de pré conceitos, bem como olhar com mais cuidado, nossa crescente dependência e escravidão da internet e de suas redes, bem como as nossas relações sociais e afetos, que cada vez mais se esvai, nos dias atuais.


É uma série imperdível e que dificilmente deixará o seu espectador indiferente. Assista este vídeo, assista e série e depois me diz o que achou! Aguardo vocês.




Ah, e não se esqueça de se inscrever lá no meu canal do YouTube, ativar o sininho e deixar aqui a sua curtida e o seu comentário. Até o próximo vídeo.


Jansen Santos Sarmento da Silva - Doctoralia.com.br


Psicólogo Jansen Sarmento

CRP: 05/38624

(21) 98337-2725

Atendimento on line

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário