Sobre a Arte de Ressignificar

Depressão ou Tristeza? Você sabe a diferença entre elas?

Depressão ou Tristeza? Você sabe a diferença entre elas?


É bastante comum fazer confusão entre a depressão e a tristeza. Costuma-se generalizar as duas coisas e o que mais se vê é a taxação de fatos e acontecimentos tristes como momentos depressivos. Mas, na verdade, depressão e tristeza não são a mesma coisa e é de grande valia saber diferenciá-las, afim de se evitar as interpretações errôneas que se tem a cerca de ambas.

Vale começar com o fato de que a tristeza está no âmbito das emoções e, podemos dizer que tem prazo de validade curto, enquanto a depressão é considerada uma doença, que pode ficar instalada por anos e causar sérios danos na vida de uma pessoa, podendo culminar, inclusive, em sua própria morte.

Alguns aspectos básicos sobre a tristeza:

A tristeza se caracteriza por ser um sentimento natural do ser humano e acontece em decorrência de fatores externos, que podem vir a acontecer conosco ou pessoas ligadas a nossas vidas e que nos importamos. Ela tem duração limitada e apesar de se estar triste, o indivíduo pode continuar enxergando a vida de forma positiva e vislumbrar bom aspectos daquilo que está ao seu redor. Mesmo estando triste, é possível reagir a estímulos positivos de prazer e num momento de tristeza é possível continuar mantendo a qualidade de vida, sem paralisação das tarefas cotidianas, de planos, projetos, desejos e sonhos.

Aspectos básicos da Depressão:

A depressão é um fenômeno interno do individuo, classificada como uma doença por órgãos internacionais de saúde e se desenvolve através da aquisição de sintomas, onde muitas vezes, acontece sem motivos aparentes ou fatores externo e, possui, ainda uma grande duração.

Uma pessoa depressiva costuma ter em seu quadro clínico o desânimo, a falta de interesse generalizado (por coisas e pessoas), a falta de apetite, alterações no sono, sensações constantes de vazio e desamparo, além do descontrole e desabamento do funcionamento da própria vida (familiar, amorosa, profissional, fraternal, educacional, etc.). A depressão enfraquece a força de vontade e o indivíduo se torna impotente para lutar contra ela.

Apesar das explicações, você continua confundindo depressão e tristeza?

Não se preocupe: essa confusão é bem comum e um dos motivos é que as sensação e sintomas existentes nas duas são, em diversos momentos, bastante parecidos e até mesmo, no caso de uma tristeza profunda (caso do luto ou de uma separação, por exemplo), os tratamentos podem ser equivalentes. Um outro fator de grande relevância é que a tristeza, apesar de estar no campo das emoções e não das doenças, pode desencadear em uma depressão.

Diferenciando a Tristeza da Depressão na prática:

- Características da Tristeza: é considerada um sentimento normal do ser humano; é passageira e geralmente dura poucos dias;  sentimento comum diante de situações como o luto, término de relações, problemas financeiros, desentendimentos pessoais ou familiares, desemprego, etc; dificilmente há alteração de sono ou apetite; na maioria das vezes os rendimentos das tarefas do cotidiano não é afetada.

- Características da Depressão: ela não precisa estar relacionada a fatores externos ou situações estressantes; é duradoura, levando semanas, meses ou anos para ser sanada; há alterações mentais e físicas, que afetam o sono, o apetite, além de causar impactos no corpo, como dores de cabeça, febre, mal estar, entre outras doenças; a realização das tarefas do cotidiano ficam seriamente afetadas; há uma enorme tendência no afastamento das relações pessoais, sociais, familiares e profissionais.

É preciso fazer tratamento contra a depressão ou tristeza?

Enquanto na tristeza a situação vivida no momento deve ser avaliada (e dependendo do seu grau, não precise ser tratada), no caso da depressão, o tratamento é fundamental. Contudo, sempre que for percebida a necessidade do auxílio profissional, há de se verificar a complexidade de cada caso. Existem situações onde somente o tratamento psicológico trará eficácia, enquanto em outras, a psicoterapia, alinhada ao atendimento psiquiátrico, acompanhado de intervenção medicamentosa trarão maior eficácia   

Vale pontuar que na terapia, é estabelecida uma relação de confiança entre o psicólogo e paciente, onde serão trabalhados os aspectos emocionais e as questões psíquicas que estão afetando o ser humano e trazendo dificuldades para a superação do seu quadro de tristeza ou depressão. É por meio da psicoterapia que a pessoa encontrará e superará a(s) causa(s) do seu problema.

Caso você tenha se identificado com este texto e esteja vivendo um momento parecido, talvez esteja na hora de refletir e avaliar a necessidade de buscar auxílio profissional para resolver esta situação. A terapia pode te ajudar na (re)construção de um novo caminhar e te proporcionar uma vida com mais qualidade e bem estar.

A psicoterapia é o melhor investimento que fazemos por nós mesmos e por meio dela podemos conquistar novos horizontes e reencontrar a alegria de viver. Terapia faz bem... Terapia transforma vidas! Pense nisso.

Psicólogo Jansen Sarmento
CRP: 05/38624
(21) 98337-2725 - 99131-6295
Atendimento Psicológico On Line

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário