Não tente mudar o outro; mude você!

Reflexão: como você encara o seu passado?

Reflexão: como você encara o seu passado?




O que a lembrança de algumas fotos tiradas em locais significativos da cidade de Berlim tem a ver com psicologia? 


Bom, a capital alemã foi uma das cidades que mais me impactou de todas que conheci até hoje. Isso, porque não existe meio termo ou desculpas para os erros e atrocidades cometidas por governantes do pais no passado...


Todos os pecados estão lá, escancarados e servindo como alerta ao povo, do que se pode ser capaz, em nome de verdades equivocadas e extremas.


Muro de Berlim, Check Point, Museu Topografia do Terror, Memorial dos Judeus Mortos na Europa e até mesmo um campo de Concentração, nas imediações da cidade, além de outros espaços e monumentos mostram abertamente o quanto o povo alemão se rendeu a delírios megalomaníacos de governantes loucos e cruéis.




O mal já se foi e a Alemanha se refez, crescendo e tornando-se um dos países mais desenvolvidos, conscientes, tolerantes e diversos do planeta... Ela seguiu em frente, mas, apesar da prosperidade e dos novos rumos, não permitiu que se escondesse as suas cicatrizes e as crueldades cometidas, no passado, em nome de um perverso ideal.


E é com esta história de resignificação e superação que faço uma junção com a psicologia, trazendo a você esta reflexão: não deixe que as marcas do passado te impeçam de voar, contudo não apague, nem esqueça os seus erros, como se ele não tivesse existido!


É preciso reconhece-los para que você possa seguir em frente, sem permitir que eles sejam repetidos. Siga adiante, tendo em mente que a sua composição é construída de erros e acertos!


Mire-se neste exemplo, siga em frente e não se esqueça que, apesar de sermos capazes de grandes feitos, também podemos ser responsáveis por feitos desprezíveis... E para que isso aconteça, basta que deixemos de refletir, assumindo a ótica de que somos os donos da verdade e somente as nossas crenças são as que devem prevalecer.


Lembre-se que uma pessoa mais aberta, alerta para as próprias ações e que olham para o seu passado, não com o intuito de se julgarem ou se culparem, mas, sim para se analisar, são mais felizes e saudáveis psiquicamente. Pensei nisso!


Jansen Santos Sarmento da Silva - Doctoralia.com.br


Psicólogo Jansen Sarnento

CRP: 05/38624

(21) 98337-2725 - 99131-6295

Atendimento on line



Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário