Sobre a Arte de Ressignificar

Ansiedade: algumas dicas para os momentos de crise.

Ansiedade: algumas dicas para os momentos de crise.



O distúrbio de ansiedade é uma doença psíquica que se caracteriza pelos sentimentos de medo, nervosismo e insegurança. Embora a ansiedade seja comum e inerente a todo o ser humano, ela se torna um distúrbio quando os sintomas se apresentam de forma contínua, prejudicando a vida da pessoa em questão e daqueles que fazem parte de sua vida.

A ansiedade pode originar traumas intensos, paralisar a vida do indivíduo, causar medos, gerar fracassos e muitos outros conflitos de ordem emocional e psicossomáticos. 

Ela pode, ainda, estar acompanhada de outras doenças psiquiátricas, como a depressão, esquizofrenia, paranóia, etc. Também está associada a doenças cardiovasculares, respiratórias e através do uso de medicamentos, como no caso das anfetaminas, que podem vir a ocasionar em crises ansiosas.

Os sintomas variam de pessoa para pessoa e a gravidade do caso também é bastante variável. Medo, palpitações, sensação de impotência diante de determinadas questões, sensação de perigo constante, suor, tremedeiras e dormência estão entre os principais sintomas de quem sofre do distúrbio. 

Ela também pode levar a pessoa a uma depressão e outros problemas, como o uso excessivo de álcool, drogas, medicamentos, entre outros.

O transtorno de ansiedade pode dificultar e muito a vida do indivíduo e quem sofre de crises intensas, além de precisar de ajuda profissional, também necessita do apoio e auxílio dos amigos e parentes. Seguem algumas dicas que poderão ser muito úteis em um momento de crise, tanto para a pessoa que sofre do transtorno, como para aqueles que possuem um ente querido que passam por este problema:

- não lute contra o que você (ou o que a pessoa) sente: isto pode aumentar ainda mais o desconforto;

- questione o medo! Por que você (ou a pessoa) está sentindo isso?

- verbalize em voz alta (ou faça a pessoa verbalizar) os pensamentos que estão vindo à mente: isso ajuda o cérebro a racionalizar e a descartar aquilo que for absurdo;

- tente (ou faça a pessoa) manter a calma e evite tensionar os músculos, procurando se manter numa posição confortável;

- caso ficar numa posição confortável não ajude, mover-se pode ser uma alternativa: isso ajuda o seu corpo e o cérebro a sentirem-se capacitados;

- diga a si mesmo (ou fale ao seu ente querido) que, em algum momento, o mal estar vai passar;

- inspire e respire profundamente, contando até seis segundos para cada processo; manter a respiração equilibrada ajuda a acalmar.

Vale dizer que o distúrbio da ansiedade é tratável e existem diversas  especialidades que tratam do transtorno. Para distúrbios leves, o tratamento terapêutico e o uso de remédios naturais (homeopatia, fitoterapia) são os mais indicados. Para os casos mais sérios, a terapia deve ser conjugada com o tratamento psiquiátrico, incluindo o uso de medicamentos ansiolíticos e, até mesmo, de antidepressivos.

O Transtorno da Ansiedade tem cura e você pode vencê-lo. Contudo, a ajuda especializada é fundamental nesta luta! Se você tem a sua vida limitada por situações parecidas com as que foram pontuadas neste texto, está na hora de procurar um profissional para avaliar o seu caso.

Esta procura, com certeza, será o primeiro passo para um novo ciclo e para uma transformação na sua forma de viver! Você pode conquistar uma vida com mais qualidade... Pense nisso!

Psicólogo Jansen Sarmento
CRP: 05/38624
(21) 99131-6295
Atendimento Presencial, On Line e Domiciliar.

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário