Não tente mudar o outro; mude você!

Conceitos da Psicanálise: o Inconsciente

Conceitos da Psicanálise: o Inconsciente



Pegando carona na estreia da série Freud, na plataforma de streaming Netflix, que aconteceu ontem, dia 23/03/2020, me peguei impressionado com uma cena, que na minha opinião vale o primeiro episódio completo.

Trata-se de um momento, onde o pai da Psicanálise, ainda desconhecido e desacreditado discursa ao seu círculo médico a forma de ação do inconsciente... Fique então, com esta belíssima explanação:

Eu sou uma casa; está escuro em mim. Meu consciente é uma luz solitária, uma vela ao vento; ela cintila, as vezes aqui e acolá.
Todo o resto está nas sombras, todo o resto está no inconsciente... 
Mas, ainda estão lá os outros cômodos: nichos, corredores, escadas e portas, o tempo todo. 
E tudo que vive e perambula dentro de nós está presente, trabalha e vive dentro da casa que sou.
Instinto (pulsão), desejos e tabus; pensamentos proibidos, desejos proibidos; memórias que não queremos ver sob a luz, que afastamos da luz...
Elas dançam na nossa escuridão, nos atormentam e nos atiçam. Elas assombram e sussurram. Elas nos assustam, nos adoecem, nos tornam histéricos.

Uma descrição perfeita da atuação do inconsciente na vida de uma pessoa, que apesar de seus mais de 100 anos de descoberta, continua tão atual e tão certeira em nossos dias.

Por isso, por conta de tantos segredos escondidos e desconhecidos por nós, vale a pena buscar se descobrir; vale a pena fazer análise pessoal... Terapia faz bem; terapia transforma vidas!

Visite a minha Fanpage:

Psicólogo Jansen Sarmento
CRP: 05/38624
(21) 99131-6295
Atendimento ON LINE

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário