Não tente mudar o outro; mude você!

Psicologia e Carnaval: existe alguma conexão entre ambos?

Psicologia e Carnaval: existe alguma conexão entre ambos?




Se você tem alguma dúvida ou até mesmo não acredita, a resposta é sim!


Segundo a abordagem da Psicologia Analítica, de Carl G. Jung, o ser humano possui vários pólos opostos dentro de si: amor e ódio, vida e morte, confiança e traição, puerilidade e sabedoria, profano e sagrado, entre tantos outros. São opostos, porém, um lado precisa do outro para existir. 


E a totalidade do ser só é possível quando se conhece esses lados (principalmente os não adequados) e se trabalhe para uma integração saudável entre eles. Vale ressaltar que tentar eliminar um pólo em detrimento de outro não é benéfico e nos distancia da realização e do bem-estar.


Do ponto de vista psíquico, o carnaval tem uma função positiva e ajuda ao indivíduo vivenciar outros aspectos psicológicos de si mesmo e dos outros também.




Pode ser muito proveitoso, pois, é um momento de relaxamento das emoções e da vivência de lados que geralmente não são permitidos, na maior parte do tempo.


É um tempo de libertação de amarras e da diversão do inadequado, bem como do desligamento da realidade e da liberação de um alegria mais genuína, que após o aproveitamento do período, permite um retorno mais leve às atividades cotidianas, após o término da festa.




Contudo, é importante ressaltar que os excessos sejam evitados... Afinal de contas, perder totalmente o controle traz consequências, que na grande maioria dos casos não são nada agradáveis. 


Principalmente nestes dias de pandemia, onde o contato com outras pessoas requer muito bom senso, além de cuidados para que se evite o contágio da Covid-19.


Caso a necessidade de aproveitar o período de Carnaval seja fundamental para a manutenção do seu bem estar psíquico, seja prudente: use máscara, abuse do álcool em gel e priorize o contato com pessoas que estejam na mesma vibe de isolamento que a sua. 


Não é garantia absoluta de proteção, mas, já diminuem bastante os riscos. Pense nisso e, se for o caso, aproveite. Tem momentos, que subverter faz bem para a alma.


Jansen Santos Sarmento da Silva - Doctoralia.com.br


Psicólogo Jansen Sarmento

CRP: 05/38624

(21) 98337-2725

Atendimento on line





Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário