Não tente mudar o outro; mude você!

Sobre a Fé e o direito de ir ou não aos templos religiosos

Sobre a Fé e o direito de ir ou não aos templos religiosos




Vivemos tempos sombrios... Tempos de risco de um vírus com alto poder de contágio e que pode blindar as defesas imunológicas de pessoas que tenham uma saúde mais fragilizada, podendo, inclusive, levar à morte...

Além desta possibilidade, que não está muito distante de nós, nossa saúde psicológica também se vê abalada, uma vez que o temor de ver a si mesmo ou algum ente querido contaminado, potencializa sentimentos comuns, como a ansiedade e o medo, podendo nos causar transtornos e distúrbios que necessitam de cuidados especializados.

Muitos buscam se blindar da maneira que podem e a FÉ é uma das maiores armas nesta luta contra o vírus e pela manutenção da sua propria saúde mental.

Diante do último decreto governamental, que estabelece os templos religiosos como serviços essenciais, me senti na obrigação de trazer algumas reflexões sobre a FÉ e a necessidade de frequentar ou não tais lugares...

A FÉ é importante para o ser humano?

Sim! Quando falamos de fé, tendemos a associá-la a uma religião, mas, a prática vai além desta associação: ela vem do ato de encarar o mundo de forma esperançosa e positiva, dando força ao indivíduo para seguir em frente na sua trajetória.

A FÉ pode mudar uma pessoa ou o seu meio social?

Sim! A fé traz alento, acalma a alma e nos motiva a enfrentar adversidades, independente do seu grau de dificuldade. Ela encoraja o ser humano, seja individualmente e ou coletivamente a acreditar que dias melhores virão.

A FÉ melhora a saúde psicológica e a qualidade de vida?

Sim! A fé é uma grande aliada do nosso bem estar, bem como pode nos dar um significado e sentido para a vida humana, presenteando-nos, assim, com uma vida mais feliz.

A FÉ é exclusiva de pessoas religiosas?

Não! Muitos fatores, entre eles, culturais, familiares e ideológicos, garantem a qualquer pessoa, independente da religião propriamente dita, a levar uma vida com fé.

Preciso ir a um templo religioso para exercer a minha FÉ?

Não! A fé está em nós, é pessoal e intransferível. Não precisamos de outras pessoas para exercê-la!

Sei bem que para muitos é importante congregar em seus templos religiosos e de estar na companhia de outros fiéis, compactuando as crenças e congregando em união, contudo, este não é o momento de se fazer isso.

É hora de aguardar, esperar e se manter resguardado, dentro do próprio lar... Existem outras formas de você se manter antenado e ligado com a sua religião e com os seus irmãos de congregação: assista cultos, missas e reuniões on line, converse com os demais membros de sua instituição por telefone, whatsapp ou redes sociais.

Sabemos que não é fácil, mas, é necessário fazer isso, não só por pela nossa própria saúde, como também pela saúde do nosso próximo. Não estou aqui para discutir, nem para duvidar que a fé faz o impossível e move montanhas. Acredito, inclusive, que ela pode te fazer passar incólume pelo Coronavírus, mas, ainda assim, ela não impede que o seu próximo seja contaminado...

E vem daí a importância do resguardo: de não sermos responsáveis pelo contágio e até mesmo pela morte de alguém menos afortunado, que esteja ao nosso redor... Se não for por você, fique em casa pelo seu próximo! 

Não se esqueça que um dos mandamentos mais importantes de Jesus é amar ao seu próximo como a ti mesmo... Pense nisso!


Psicólogo Jansen Sarmento
CRP: 05/38624
(21) 99131-6295
Atendimento ON LINE

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário