Não tente mudar o outro; mude você!

Sobre o vazio de uma vida ocupada demais...

Sobre o vazio de uma vida ocupada demais...


Escultura o Vazio Existencial - Genebra, Suíça.


Falar sobre desejo é falar sobre falta, é falar sobre o vazio...

Nós, seres humanos, não suportamos o vazio. Não queremos sentir falta de nada e tão pouco de ninguém! Preferimos um dia repleto de compromissos, ao invés de um dia de tédio e, por isso, estamos sempre em busca de algo diferente.


Não que seja um grande problema ter a vida em constante movimento, contudo, a questão é a nossa busca em tentar preencher algo que jamais consegue ser preenchido.




Algo instaurado e imposto por nossa sociedade atual, que nos ordena, principalmente pelo universo das redes sociais, uma vida de sorrisos e de felicidade plena e constante, que não pode parar, jamais. 


E, é aí que reside o problema; ninguém consegue uma vida de felicidades e risos a todo tempo; ela é composta por momentos e situações no decorrer de nossa história. 





Portanto, vale a pena refletir se, por trás dessa sede de manter uma vida ocupada, que não pára, está a fuga de um encontro consigo mesmo; um medo de se deparar com o vazio de uma alma que precisa se entender ou se suportar (ou passar por cima) daquelas questões de desprazer, pertinentes a qualquer ser humano...


Booking.com


É preciso que saibamos lidar com os nãos e as perdas que virão a todo tempo e, para isso, precisamos olhar para além da falta e dos nossos próprios vazios, aceitando-os e encarando-os, sem uma tentativa incansável de preenchê-los. 


Vale dizer que sem este conhecimento próprio, em algum momento, essa vida repleta de compromissos irá fazer a sua cobrança com juros e correções monetárias, causando uma dor ainda mais intensa, do que aquela que você tem tentado tanto fugir...


É possível viver uma vida melhor do que a imposta pelas redes, assumindo as nossas incompletudes, apreciando e aprendendo os passos dados da nossa caminhada, sejam os que nos fazem rir ou os que nos fazem chorar...


Jansen Santos Sarmento da Silva - Doctoralia.com.br


A vida não precisa ser vivida no limiar do excesso, mas, pode ser apreciada e degustada pelo que ela simplesmente é! Reflita sobre isso.


Psicólogo Jansen Sarmento

CRP: 05/38624

(21) 98337-2725

Atendimento on line

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário