Encontre aqui o seu hotel!

Booking.com

Ilha do Marajó: roteiro de três dias para curtir este paraíso paraense!

Ilha do Marajó: roteiro de três dias para curtir este paraíso paraense!

Praia do Céu - Soure

O Norte do Brasil sempre me soou distante e desconhecido. Confesso que havia um receio e até certo medo do que encontraria por lá. Apesar de ler vários textos elogiando Belém e a Ilha de Marajó, me perguntava se havia feito a escolha certa ao optar por uma viagem de oito dias pelos dois lugares...





Eis que ambas me surpreenderam e ainda com a viagem em andamento tenho a certeza de que não só fiz a escolha certa, como também ficou uma vontade imensa de retornar o mais breve possível a essas terras... Se Belém me encantou, a ilha de Marajó me enfeitiçou! Me envolveu tanto que saí de lá triste e com lágrimas nos olhos!

Praia do Pesqueiro

50 Off 728x90

A paixão foi tão grande que não tive outra opção que não fosse a de escrever urgentemente sobre ela! Mas, são tantas coisas a serem ditas, tantas experiências a serem contadas que neste momento compartilharei o roteiro dos três dias mágicos que passei naquelas terras...

Chegada em Soure

100 Million Reviews 728x90

Outros posts virão, mas, por hora, se deliciem com algumas fotos e dicas básicas desta terra mágica e encantadora. Vamos lá!

Roteiro de três dias com base de hospedagem em Soure:

Dia 1: Centrinho de Soure, visita a escola Caruanas do Marajó e Atelier da pajé Zeneida Lima, Praia de Barra Velha e Fazenda São Jerônimo

Fazenda São Jerônimo

Dia 2: Passeio de barco pelos igarapés do Pesqueiro, Praia do Céu, Praia de Caju-una, tour pela estrada da Fazenda Bom Jesus, Curtume e Atelier de Ronaldo Guedes

Atelier Ronaldo Guedes - Arte Marajoara

Dia 3: Montaria aquática com búfalos no Retiro São Jorge, Praia do Pesqueiro, Almoço no Retiro São Jorge (cortesia do passeio), passeio nas cidades de Salvaterra e Joanes.


Ruínas históricas de Joanes

Algumas dicas sobre a Ilha do Marajo:

1) Soure, Salvaterra e Joanes são as principais cidades de visitação da ilha (que possui ao todo 16 municipios), sendo que a primeira possui a maior oferta de hospedagem, além de ser apelidada de capital do Marajó e onde estão os principais pontos turísticos.

Praia de Salvaterra

_Promo USA 728x90

2) Não espere por luxos! Até mesmo os locais mais caros são simples e rústicos. Se você quer glamour ou ostentação disfarçados de simplicidade (como Caraíva, por exemplo), fuja do Marajó!

Almoço regional do restaurante Retiro de São Jorge

3) O melhor das três cidades é o seu povo, que é simpático e caloroso, portanto, converse com os locais e vá descobrindo as histórias e causos dos vilarejos. Se você se comunicar, descobertas maravilhosas estão por vir!

Passeio de Barco pelos Igarapés do Pesqueiro

Destinos ate mil reais 728x90

4) O transporte público praticamente não existe e os locais de visitação são distantes. Use e abuse dos moto-taxistas e dos táxis (se você tiver um dinheirinho a mais ou estiver em grupo). Há quem faça os passeios de bicicleta, mas, ainda assim, vai perder muito tempo com longas caminhadas e pela falta de placas, ainda poderá passar batido por lugares bem legais.

Thiaguinho, o melhor moto-taxista de Soure

5) Fiquei hospedado na Pousada Ilha Bela e não me arrependi (além de pousada é um dos melhores restaurantes de Soure e eles fabricam um sorvete artesanal que beira a perfeição!)... Utilizei os serviços do moto-taxista Thiaguinho (contato: 091-984818803), que além de honesto e simpático, é prestativo e tem alma de guia de turismo. Coloque como obrigatoriedade o passeio do Retiro de São Jorge, pois, além da experiência ímpar montado em búfalos  nadando dentro de um lago, você saboreia um filé de búfalo marajoara incrível, por um preço super em conta!

Dona Sueli, proprietária do Retiro São Jorge

BAZAR  Makes importadas com até 50OFF 728x90

6) Não caia no erro de fazer bate e volta ou ir num dia e voltar no outro, pois, a Ilha do Marajo tem muita coisa pra ser sentida e vivida! Fique mais tempo e aproveite com calma e tranquilidade as belezas e encantos do Marajo. Fiquei três dias por lá e para o meu modo de viajar, achei um pouco corrido. Ficaria tranquilamente mais um ou dois dias para aproveitar melhor.

Uma das praias da vila de Joanes

7) Pelo que vivi e conversei com locais, a melhor época para visitação é entre os meses de fevereiro a julho, especialmente neste último, pois, é quando termina o inverno amazônico e o período das chuvas. Tudo bem, que esses meses possuem chuvas torrenciais que podem dificultar um pouco os passeios, mas, em compensação o que se verá é a beleza da ilha em todo o seu esplendor!

Fazenda Bom Jesus 

Banner Futebol 728x90

Bom, por hora é só! A Ilha de Marajó tem muitos encantos e belezas para te apresentar... É uma experiência única que vai te trazer lembranças inesquecíveis e muita história para contar! Pode acreditar no que eu digo: se você tiver espírito desprendido e sem frescura, se você é amante da natureza, de comida simples e saborosa e se gosta de ouvir causos e fazer amizades, com toda certeza do mundo sua experiência será sensacional!

Praia da Barra Velha



Querendo obter maiores informações sobre esse paraíso chamado Ilha de Marajó, pode me perguntar que eu conto tudo! Ah, precisando de consultoria para sua viagem dos sonhos, pode me procurar no meu e-mail: jansen.sarmento@gmail.com. Comigo não há preocupações com roteiro, hospedagem, compra de passagens e outras questões burocráticas.... Pode acreditar: sai muito mais em conta do que se pode imaginar! Viajar é meu mundo... Viajar é terapêutico!

Jansen Sarmento








Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário