Encontre aqui o seu hotel!

Booking.com

Treze igrejas incríveis do Rio de Janeiro (Parte 2)

Treze igrejas incríveis do Rio de Janeiro (Parte 2)




Continuando nosso passeio pelas igrejas mais interessantes da cidade (leia aqui a primeira parte do texto Treze igrejas incríveis do Rio de Janeiro), apresentaremos a segunda parte dos templos selecionados como imperdíveis para serem vistos e conhecidos na capital turística do Brasil. São eles:

Mosteiro de São Bento




Fundado em 1590, por monges beneditinos vindos da Bahia, o mosteiro é outra das pérolas da arte colonial brasileira. Ele, que até os dias de hoje funciona como mosteiro, abriga ao seu lado uma das unidades educacionais mais importantes e tradicionais do país: o Colégio São Bento. A visitação é restrita à igreja N. Sra. de Montserrat. O interior da igreja é riquíssimo, com altares de jacarandá cobertos por ouro, sua fachada é cheia de detalhes, seus alpendres tem telhado mouro e seu portão de ferro é em estilo art nouveau, colocado no ano de 1880, após o original ter sido destruído por corsários franceses. Todos os domingos, as 10h são realizadas missas com canto gregoriano.

Endereço: Rua Dom Geraldo, 68, Centro. Horário de Funcionamento: todos os dias 07:00 as 18:00h.



Igreja do Convento de Santa Teresa



Outra igreja que tem sua estrutura arquitetônica em perfeita harmonia com a paisagem carioca. Sua fachada preserva o projeto original, contudo seu interior recebeu reformas e modificações no ano de 1929. É apelidada de Igreja das Carmelitas devido a Ordem das Carmelitas abrigar o convento que está ao lado do templo. O espaço arquitetônico do convento e da igreja tem o intuito de preservar o isolamento das monjas, que mantém pouquíssimo contato com o mundo exterior. As missas são realizadas diariamente, na parte da manhã. Vale dizer que até a chegada das Carmelitas o local era chamado de Morro do Desterro e com sua ocupação, passou a ser denominado de Morro de Santa Teresa.

Endereço: Ladeira de Santa Teresa, 52. Missas: seg a sáb. 7:00h e dom. 8:00h. Horário para Visitação: seg. a sáb. 9:00 as 17:00h.


Igreja de Santa Luzia



É uma das igrejas mais antigas do país e foi construída no ano de 1519, especialmente para o casamento do navegador português Fernão de Magalhães. A imagem de Santa Luzia foi trazida por Estácio de Sá em 1565. Infelizmente, o templo sofreu modificações ao longo dos séculos, o que prejudicou sua arquitetura jesuítica: as duas torres de estilo neoclássico o interior da capela-mor e os altares são do século XIX. Ela também vislumbrou as modificações do Centro ao longo dos séculos, entre elas o aterro da Praia de Santa Luzia (que chegava aos pés da igreja), da demolição do morro do Castelo e da modernização da cidade.

Endereço: Rua Santa Luzia, 490, Castelo. Horário de Funcionamento: seg. a sex. 8:00 as 17:00h; sáb. e dom. 8:00 as 11:00h.


Igreja de São Francisco da Prainha


Mesmo sendo uma das igrejas mais antigas da cidade, ela não era muito conhecida dos moradores cariocas e foi fechada no ano de 2004 pela Defesa Civil em decorrência de problemas em sua conservação. Com a chegada do projeto Porto Maravilha e da revitalização da Zona Portuária, a construção foi restaurada e entregue à população em julho de 2015. O templo é datado de 1696, porém, no ano de 1711 foi completamente destruído durante a invasão francesa ao Rio de Janeiro. No período de 1738 a 1740, aconteceu sua primeira reconstrução, onde lhe foi dada uma arquitetura barroca que permanece até os dias de hoje. Em 1910 houve uma nova reforma e características góticas foram dadas ao seu interior. Em 1938 foi tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Naciocal) por conta do seu valor histórico. 

Endereço: Rua Sacadura Cabral, S/N. Praça Mauá. Horário de Funcionamento: Seg a Sex. 9:00 as 11:30h e 13:00 as 16h.  

Os melhores bares e restaurantes da Cidade Maravilhosa num único lugar: TripAdvisor!

Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro



Também conhecida por Capital Metropolitana do Rio de Janeiro, foi inaugurada em 1979, substituindo a Igreja de N. Sra. do Carmo como catedral da cidade. A arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro foi criada no ano de 1676, contudo, até a inauguração da catedral, nunca teve uma sede própria e ficou instalada em diversas igrejas ao longo dos séculos. Com arquitetura modernista, ela tem a simplicidade como seu aspecto máximo de beleza. O templo chama atenção por sua forma de cone e com seus 96 metros de altura e 106 de diâmetro, suporta até vinte mil pessoas em pé; sua porta principal tem 48 placas de bronze, com baixos relevos, abordando a fé; seu interior é composto por belíssimos vitrais que favorecem a iluminação natural. Um museu de arte sacra está anexo a catedral, em seu subsolo.

Endereço: Avenida Chile, 245, Centro. Horário de Funcionamento: seg. a dom. 7:00 as 17:00h.


Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro 


Inspirada  na Catedral de Saint-Pierre em Genebra, a belíssima construção em estilo neogótico foi inaugurada em 1862, sob o comando do reverendo norte-americano Ashbel Green, sendo a primeira igreja protestante do concílio presbiteriano instalada no país. Seu interior conta com uma decoração de vitrais feitos por Maria Celina Simon, no ano de 1947 e contém altar e bancos fabricados com madeira nobre. Em seu pátio fontal existem algumas esculturas simbólicas, sendo as estátuas de celebração da primeira santa ceia protestante no Brasil a de maior relevância. O templo é tombado como patrimônio histórico da cidade do Rio de Janeiro e durante a noite recebe uma iluminação especial, realçando ainda mais sua grande beleza.

Endereço: Rua Silva Jardim, 23, Centro (Pça Tiradentes). Horários de Funcionamento: seg. a dom. 6:00 as 19:00h. Cultos: seg. a sex. 11:00h; sab. e dom. 10:00h.


Igrejas de N. Sra da Glória, de Sant'Ana, São Francisco de Paula e N. Sra. de Bonsucesso

Essas são apenas algumas das muitas igrejas incríveis que habitam nossa metrópole e várias outras construções históricas e interessantes estão espalhadas pelo Rio de Janeiro: Igreja de N. Sra da Lapa dos Mercadores, de Santo Antônio dos Pobres, de São José, da Irmandade da Santa Cruz dos Militares, do Santíssimo Sacramento da Antiga Sé, de N. Sra. de Bonsucesso, de São Francisco de Paula, Imperial Irmandade de N. Sra. do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, dos Mártires São Gonçalo Garcia e São Jorge, de Sant'Ana, de São João Batista, de São Francisco Xavier, Matriz N. Sra da Glória, Igreja Evangélica Fluminense, Primeira Igreja Batista do Rio de Janeiro e Grande Templo Israelita do Rio de Janeiro estão entre tantos outros magníficos prédios que habitam a Cidade Maravilhosa.

O Rio de Janeiro é uma cidade incrível e possui diversos atrativos interessantes, e baratos que estão a sua espera. Descubra a metrópole mais pulsante e vibrante do Brasil! 

Jansen Sarmento

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário