Encontre aqui o seu hotel!

Booking.com

Sobre o centro do Rio de Janeiro (Que nunca esteve tão vibrante e pulsante)

Sobre o centro do Rio de Janeiro (Que nunca esteve tão vibrante e pulsante)

Vista do Centro do Rio de Janeiro

Quando se fala da cidade Maravilhosa, vitrine do Brasil para o mundo, as primeiras coisas que se vem a mente são suas praias, ornamentadas pelas montanhas da Floresta da Tijuca ao fundo, Cristo Redentor, Pão de Açúcar, suas favelas (que atualmente são denominadas por comunidades) e, infelizmente de sua violência. Logicamente, que com as olimpíadas, alguns locais ganharam um pouco mais de destaque, sendo o Boulevard Olímpico, nas imediações da Praça Mauá, sua maior estrela. Com isso, a região do Centro, que já vinha ganhando destaque para visitação turística, impulsionada principalmemte por conta da boemia da Lapa, passou a ser um destino obrigatório para os turistas da cidade.
Encontre aqui passagens aéreas promocionais para o Rio de Janeiro e as maiores cidades do país.

Trecho do Boulevard Olímpico

Museu do Amanhã

Oferta do Dia 728x90O Centro Histórico carioca é um dos mais importantes do Brasil e seus registros se iniciaram no ano de 1567, dois anos após a fundação da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, quando seus fundadores decidiram se mudar da Região do Morro Cara de Cão (Urca) para o Morro do Castelo (que foi derrubado no ano de 1921), por considerarem que ali havia melhores condições para ampliação da cidade. A partir daí o Centro foi se expandido e assumindo seus contornos até chegar aos dias atuais. Para quem não conhece a história da cidade, que já foi a capital do país, antes da construção e inauguração de Brasília, a região central era a principal artéria cultural e política do país.
Encontre aqui os melhores hotéis do Rio de Janeiro.

Morro do Castelo e Igreja de Santa Luzia 1921:
Foto Antiga da Igreja de Santa Luzia e o Morro do Castelo ao fundo

Durante muitos anos o Centro do Cidade esteve fadado à falsa impressão de possuir somente vida comercial e o que se pensava era de uma região deserta e perigosa após o horário das 18h. Mas, desde o final dos anos 2000, a região veio ganhando força como área turística, recebendo novas áreas de diversão e visitação. Com a escolha da metrópole para as Olimpíadas de 2016 e a chegada do projeto Porto Maravilha, iniciado no ano de 2009, a aceleração foi ainda maior. As obras incessantes que além de outras várias melhorias, entregaram o VLT (veículo leve sobre trilhos), ligando a Rodoviária Novo Rio ao Aeroporto Santos Dumont; o remodelamento da Avenida Rio Branco, com uma nova grande área de pedestre ligando o Largo da Carioca à Cinelândia, entre outras transformações que foram essenciais para embelezar e abrilhantar a região, delineando, assim, uma nova identidade ao bairro e trazendo de volta, não só turistas para a região, como devolveu aos moradores da cidade o prazer de percorrer suas ruas principais.

Resultado de imagem para avenida rio branco
Avenida Rio Branco remodelada

Cais do Valongo

Começando o percurso no Boulevard Olímpico com o mais novo espaço de diversão cidade: o AquaRio, o maior aquário marinho da America do Sul; na região encontramos o Pier Mauá, que virou palco de eventos e feiras, a remodelada Praça Mauá, com os seus movimentadíssimos Museu de Artes do Rio (MAR) e Museu do Amanhã. Ainda nas imediações, encontraremos o Mosteiro de São Bento, que tem sua história iniciada no ano de 1590 e a rua Sacadura Cabral, com casas de samba, boates, restaurantes e um dos redutos mais bombados da boemia carioca atual: a Pedra do Sal, com seus sambas nos dias de segunda e sexta-feira, além dos bailes blacks mensais e eventos de jazz. Ainda pertinho dessa região podemos conhecer o Cais do Valongo e seus Jardins Suspensos, completamente restaurados.

Resultado de imagem para jardins suspensos do valongo
Jardins Suspensos do Valongo

100 Million Reviews 728x90

Resultado de imagem para praça maua rj
Praça Mauá


Pira Olímpica, Centro Cultural Banco do Brasil e Igreja da Candelária

A região que compreende os entornos da Praça XV, também foi restaurada e modernizada dando mais força ao que podemos chamar de corredor dos museus; Nesta região encontramos o Centro Cultural Banco do Brasil, Igreja da Candelária, Casa França Brasil, Espaço Cultural dos Correios, Espaço Cultural da Marinha, Paço Imperial, as igrejas católicas (quase gêmeas) Igreja da Venerável Arquiepiscopal Ordem Terceira de Nossa Senhora do Monte Carmo e Igreja do Carmo (Antiga Sé), além do Museu Histórico Nacional. É uma região com muitos prédios históricos preservados e bem cuidados; dentre eles está o belíssimo edifício da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro. E, para não faltar a diversão, a região tem, ainda, o Arco dos Teles, que é um dos locais mais reverenciados para a cerveja gelada após o horário de trabalho, no happy hour: são diversos bares e restaurantes em casarões históricos, com mesas espalhadas por suas ruelas, trazendo um charme especial para a local.
Encontre aqui os melhores bares e restaurantes do Rio de Janeiro.

Arco dos Teles: um dos grandes redutos da boemia no Centro

Palácio Tiradentes

Indo dali para a região da Cinelândia, que leva o mesmo nome é a grande estrela do local: além de ser palco de muitos momentos históricos da cidade, do estado e do país, ela também tem um enorme valor cultural; em frente a ela estão o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Museu Nacional de Belas Artes, Biblioteca Nacional, Centro Cultural da Justiça Federal, o prédio da Câmara dos Vereadores, Centro Cultural Luís Severiano Ribeiro - Odeon (Antigo Cine Odeon BR) e o emblemático restaurante Amarelinho. Os entornos da praça ainda conta teatros, centros culturais e vivencia um novo espaço de diversão e boemia democrática, que pega fogo nos dias de quinta, sexta e sábado: o Rivalzinho. Ele é um bar anexo do tradicional Teatro Rival, voltado para a rua e nos dias próximos ao final de semana um povo bonito se aglomera pela Rua Álvaro Alvim para beber, azarar, conversar e ouvir boa música gratuitamente.

Praça Cinelândia

Praça Tiradentes

Partindo para a região da Praça Tiradentes, podemos dizer que talvez seja a mais complicada para se andar despreocupadamente. Embora ali encontremos grandes teatros como o João Caetano e o Carlos Gomes, o Real Gabinete Português de Leitura (que é uma das mais belas construções arquitetônicas da cidade), algumas casas de samba e boates, o largo de São Francisco e sua belíssima igreja, Museu do Negro, Catedral Metropolitana, Rua do Lavradio e da Lapa nas suas proximidades, a região é a que tem mais pontos desertos nos seus deslocamentos.

Resultado de imagem para rua do Lavradio
Rua do Lavradio e sua famosa feira mensal de antiguidades

728x90 Gol

Catedral Metropolitana e o Cristo Redentor ao fundo

Estes são alguns dos pontos de maior visibilidade do Centro Histórico Carioca, porém, muita coisa interessante ainda tem pra ser dita e escrita sobre ele: Ilha Fiscal, Confeitaria Colombo, Confeitaria Manon, Largo da Carioca, Centro Cultural São Francisco da Penitência, Convento Santo Antônio, Passeio Público, Ilha Fiscal e diversas igrejas e catedrais centenárias são alguns dos tesouros que o Centro Histórico da Cidade Maravilhosa tem a oferecer. Desde arranha-céus modernos, casarios centenários em diversos estilos e vistas espetaculares para a Baía da Guanabara, Niterói, Pão de Açúcar e Floresta da Tijuca, é um passeio que cabe muito mais do que um simples dia e tem muito mais a oferecer do que se imagina.

Uma das vistas deslumbrantes do Centro

O moderno e o antigo se misturando em plena harmonia

Como qualquer cidade brasileira, encontraremos violência e assaltos, mas, basta ficar alerta, evitar locais desertos e se jogar na aventura de desbravar as belezas do Centro Histórico do maior tesouro do Brasil para o mundo. Não se deixem intimidar pela insegurança, nem pelas manchetes dos jornais, pois, apesar dos problemas e da grande crise que assola o estado fluminense, sua capital nunca esteve tão vibrante e pulsante. Aventure-se, pois o Rio de Janeiro continua e sempre será lindo!
Super ofertas dos melhores produtos importados de perfumaria e cosmética!

Jansen Sarmento









Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário