Encontre aqui o seu hotel!

Booking.com

A Força da Superação!

                        Foto de Roberto Castro/Brasil2016
    Imagem Retirada do site www.dominiopublico.com

Eis que a primeira medalha de ouro brasileira vem de uma mulher, cria da Cidade de Deus (comunidade carente do Rio e Janeiro), negra e pobre!

Falando da forma como escrevi no parágrafo acima, até parece um pouco dramático e irreal falar desta forma... Afinal de contas, alguns dirão: muita coisa foi conquistada no âmbito social e haveria um certo exagero falar assim... Com certeza não o é! Temos muitas mazelas a serem tratadas e trabalhadas!

Bom, não quero e não vou me ater às questões políticas... Minha reflexão está focada nesse momento, apenas na guinada que nossa primeira medalhista de ouro conseguiu dar...

É certo que, num olhar de "senso comum" Rafaela tinha todos os ingredientes para dar "errado" ou se tornar apenas mais uma no meio de uma multidão... E, para completar a salada de adversidades negativas, em 2012, cometeu uma infração nas olimpíadas de Londres, sendo desclassificada e massacrada pela opinião pública devido o seu ato de agarrar a adversária...

Mas, como diz o termo popular, só que não! A jovem deu a volta por cima, conquistou títulos e no dia de hoje, se tornou nossa primeira heroína do ouro das olimpíadas carioca!

Já vi muitas potencialidades perdidas, justamente, por um ato de erro! É triste demais ver o quanto podemos ser cruéis em nossos julgamentos e, de uma forma indireta, acabamos contribuindo para jogar alguém na lama! É claro, que não podemos tirar a culpa de uma pessoa por uma ação equivocada, mas, podemos ser tão culpados, quando não temos a sensibilidade de perceber que além das críticas e do espirro, também se faz necessário o acolhimento!

Somos humanos, sujeitos da subjetividade e, portanto, estamos passíveis ao erro! Ninguém está imune ao desespero de determinada situação... Que fique claro: podemos agir da forma mais vil, se em dado momento nos sentirmos acuados ou com medo!

Mas, apesar de nossas propensões ao erro, também somos seres de transcendência... Somos sujeitos de superação! Quantas vezes não assistimos alguém, potencialmente fadado ao fracasso, contrariando todas as probabilidades ruins e vencendo suas questões e dilemas?

Gosto sempre de dizer que ninguém consegue dar conta totalmente da subjetividade humana! Estamos para além de qualquer linha teórica! O ser humano, vira e mexe, está sempre a deixar algum estudioso ou sumidade científica sem palavras, por ter conseguido derrubar sua tese teórica, em alguma situação que parecia ser de certeza absoluta!

Rafaela é uma destas provas e se tornou vencedora! Errou no passado, mas, não se deu por vencida e continuou sua batalha! Agarrou as oportunidades e, mesmo com o erro não desistiu de si mesma! Ela continuou na luta!

Um outro fator importante foi o apoio que teve de sua equipe técnica que continuou do seu lado e, com toda certeza, foram cruciais para sua caminhada à vitória... Como uma família, eles marcharam ao seu lado, compreendendo que caímos, mas também podemos levantar...

Seria tão bom que nossa sociedade criticasse menos e compreendesse mais os mecanismos que levam alguém ao fracasso...

Seria tão bom que, assim como o projeto de judô que se implantou na Cidade de Deus, existissem mais projetos, dentro e fora das regiões metropolitanas, para descobrirem tantos outros talentos existentes por aí...

Seria tão bom que nossos governantes deixassem de olhar apenas para os seus próprios umbigos, querendo transformar seus cargos governamentais como um meio de seguir carreira e construção de riquezas, de maneira ilícita e fizessem realmente a sua parte, nos trazendo uma educação de qualidade e investindo em programas sociais de caráter transformador...

Enquanto isso não acontece (e, infelizmente acho que ainda vai demorar muito), espero continuar sendo surpreendido por pessoas como Rafaela, que conseguiu contrariar todas as suas estatísticas desfavoráveis e construir uma história bem diferente do que o senso comum esperaria dela!

Parabéns, Rafaela! Hoje você é uma heroína nacional! Você me representa! Você representa a força do brasileiro!

"Reconhece a queda e não desanima, levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima!" (Paulo Vanzolini)

Jansen Sarmento



Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

3 comentários

Clique aqui para comentários
Amanda Costa
Administrador
9 de agosto de 2016 11:32 ×

Muito bom o texto!

Responder
avatar
Jansen Sarmento
Administrador
9 de agosto de 2016 19:06 ×

Que bom que gostou, Amanda! Muito obrigado!

Responder
avatar
Jansen Sarmento
Administrador
9 de agosto de 2016 19:06 ×

Que bom que gostou, Amanda! Muito obrigado!

Responder
avatar
Obrigado pelo seu comentário